Prefeitura de Catarina

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Sinal analógico será desligado em 27 municípios cearenses até setembro

Image-0-Artigo-2262794-1
Foto - Fabiane de Paula 
Um total de 27 municípios cearenses deverá ter o sinal analógico de televisão desligado até o dia 27 de setembro deste ano. Além do anúncio, que não deverá ser prorrogado, a empresa "Seja: Digital", responsável por operacionalizar a migração, informou, ontem, que famílias de Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sobral, inscritas em programas sociais do Governo Federal, podem agendar a retirada de um dos mais 770 mil kits gratuitos com antena digital, conversor e controle remoto.
Em entrevista coletiva ocorrida, em Fortaleza, com dirigentes da "Seja: Digital", Antônio Matelleto e Vejuse Oliveira, foi destacado que essa é uma data importante para marcar o Ceará numa área digital, onde todos os canais abertos de televisão passarão a transmitir a programação exclusivamente pelo sinal digital. No entanto, há um prazo até 2023 para que essa nova realidade abranja todos os municípios brasileiros.

Tendência
De acordo com Matelleto, o desligamento da TV analógica no Brasil segue uma tendência internacional, haja vista que 68 países já aderiram às novas tecnologias, enquanto que 55 encontram-se em processo de migração, inclusive o Brasil. Matelleto lembrou que essa discussão teve início em 2007. No entanto, a primeira transmissão digital ocorreu somente em 2009 e, de lá para cá, a determinação do Governo Federal é obter a adesão dos domicílios brasileiros num percentual em torno dos 93%.
"Ao ser desligado, o sinal analógico de TV vai liberar a faixa de radiofrequência dos 700 MHz e permitir que as operadoras de telefonia móvel possam ativar a tecnologia 4G que é mais veloz, tem melhor qualidade, e maior cobertura, inclusive em ambientes fechados", afirma Antonio Carlos Martelleto, diretor geral da Seja Digital. "Além da campanha com filmes na TV e na internet, teremos peças de comunicação por toda a região e equipes atuando em locais estratégicos para abordar a população e orientar sobre a instalação da antena, do conversor e como fazer o agendamento para retirar o kit gratuito", salientou. Esse equipamento tem um valor de mercado acima de R$ 100,00 e o beneficiário, ao receber o produto gratuitamente assina um protocolo comprometendo-se a não comercializá-lo.
Além da capital cearense, o sinal analógico será desligado em outros 23 municípios do Estado: Aquiraz, Barbalha, Beberibe, Caririaçu, Cascavel, Caucaia, Crato, Eusébio, Forquilha, Guaiuba, Horizonte, Itaitinga, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Maranguape, Massapê, Missão Velha, Pacajus, Pacatuba, Pindoretama, Santana do Acaraú, São Gonçalo do Amarante e Sobral.
Seja Digital tem como parte de suas atribuições distribuir kits gratuitos com antena e conversor para a população cadastrada em programas sociais do Governo Federal. A lista de beneficiários é fornecida pelo Governo Federal para que a Seja Digital informe ao público por meio de cartas e campanhas de comunicação e possa agendar a retirada dos equipamentos. Os kits gratuitos são compostos de antena digital, conversor, controle remoto, cabos e pilhas. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico.
Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.
Fique por dentro
Relação de quem tem direito ao kit gratuito está na internet
Para saber se tem direito ao kit, a população da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) já pode acessar o site sejadigital.Com.Br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o CPF ou NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, deverá escolher dia, horário e local para agendar a retirada do kit gratuito. Caso não esteja na lista, basta preencher o formulário com os dados de contato para que a pessoa possa receber a orientação necessária sobre como preparar sua residência para receber o sinal digital de TV.
A Seja Digital (EAD - Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não-governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal.
por Marcus Peixoto - Repórter