Prefeitura de Catarina

Seja bem-vindo (a). Hoje é

Secretário adjunto de Administração da Prefeitura de Catarina e secretário executivo da Comdec, Paulo Roberto fala sobre a crise hídrica e das ações que estão sendo desenvolvidas.

Paulo Roberto, secretário adjunto de Administração da Prefeitura de Catarina e secretário executivo da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Catarina. Foto - Blog do Diomar Araujo
Uma jornada árdua para o prefeito de Catarina Dr. Thiago Paes de Andrade Rodrigues, desde que foi eleito no dia 2 de outubro de 2016 para governar o município de Catarina nos próximos quatro anos, diante de uma escassez tão grande de água, sexto ano consecutivo de seca, falta de recursos financeiros, mas tendo o apoio do deputado federal Odorico Monteiro e do presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, na luta constante para minimizar a falta de água no município de Catarina. foi construído uma adutora emergencial do açude Buenos Aires para abastecer a sede do município através   da Prefeitura de Catarina e Cagece, perfuração de poços profundos e solicitação de mais poços para a sede e zona rural na extensão da adutora de São Gonçalo, em parceria com o Governo do Estado, por meio da Sohidra, solicitação de poços profundos para a zona rural do município de Catarina através do Dnocs, solicitação da construção da adutora do açude Arneiroz II, à Catarina, projeto já concluído pelo Governo do Estado e entregue ao Ministério da Integração Nacional pelo diretor  do órgão no Ceará, Ângelo Negreiros no valor de R$ 9,5 milhões,  entre outros assuntos.

Paulo Roberto fala com propriedade sobre a atual crise hídrica que o município  de Catarina vem enfrentando nos últimos anos. Paulo Roberto foi secretária de Agricultura do município de Catarina por 16 anos, ex-chefe de Gabinete da Prefeitura de Catarina, ex-coordenador municipal da Defesa Civil e atualmente é secretário adjunto de Administração da Prefeitura de Catarina e secretário executivo da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Catarina.


Ouça a entrevista. Clique no play abaixo.