Prefeitura de Catarina

Seja bem-vindo (a). Hoje é

Na data em que completou 103 anos, Ceará vence Londrina nos minutos finais e dá presente para a torcida

Foto - JL Rosa 
O dia 2 de junho foi todo de comemorações pelos 103 anos do Ceará, com a torcida alvinegra mostrando sua paixão pelo clube nos eventos comemorativos, comparecendo em grande número ao Castelão - cerca de 40 mil pessoas - mas a festa só estaria completa com uma vitória da equipe alvinegra à noite contra o Londrina, em jogo pela 4ª rodada da Série B do Brasileiro. E a torcida alvinegra foi agraciada com uma emocionante vitória por 1 a 0, com um gol chorado do atacante Roberto nos minutos finais, aos 44 do 2º tempo, completando a festa de aniversário em grande estilo. Com o resultado, o Vovô chegou aos 7 pontos em quatro jogos e volta a jogar na terça-feira, fora, contra o América/MG, às
21h30.
Ao fim da partida, como não poderia deixar de ser, os jogadores do Vovô estavam eufóricos com a vitória e principalmente, com o apoio da torcida na data de aniversário do clube.
O atacante Roberto, herói da partida pelo gol não escondeu sua felicidade: “O time foi aguerrido, a torcida compareceu e foi espetacular. Estou muito feliz pelo gol e pela vitória. Eu já tinha cruzado uma quatro vezes ali e tinha achado ninguém e bati cruzado forte para ver se entrava e fui feliz”.
O jogo
A vitória alvinegra foi suada e conquistada com paciência. Mesmo com mais posse de bola que o adversário, o Ceará não conseguia criar jogadas de perigo, devido a marcação adiantada do Londrina.
Errando muitos passes, o Alvinegro desperdiçava ataques promissores e ainda cedia os contragolpes ao adversário. Com isso, o jogo era tenso, mas sem reais chances de gol dos dois lados.
Por parte do Ceará, apenas a bola parada levava algum perigo, como na cabeçada de Luiz Otávio e em cobrança de falta de Romário para fora.
No segundo tempo, o jogo ficou mais aberto, com o Vovô tocando melhor a bola e impondo mais velocidade. E chances mais claras logo surgiram com Roberto e Felipe Menezes, mas ao serem desperdiçadas, deixavam a torcida inquieta.
Quando a partida parecia se encaminhar para um frustrante empate, Roberto arriscou um cruzamento rasteiro, a bola bateu no braço de César e entrou, para explosão da torcida .